Um Blogue sobre livros, poesia, filmes, tecnologias informáticas e cultura.

A Blog about books, poetry, films, computer technology and culture.

Translate

Pesquisar / Search

Seguir por E-mail / Follow by Email

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Se queres uma profissão com futuro, não escolhas Ciências Documentais / If you want a career with a future, do not chouse Sciences of Documentation






Olá, já faz algum tempo que não atualizava este blogue, tenho estado mais centrada noutros projetos e também estive a preparar-me para concursos profissionais na área das Ciências Documentais.
Mais uma vez tentei a minha sorte, desta vez concorri para um lugar como técnica superior na Biblioteca Municipal de Bragança, mas como sempre já tinham a pessoa para o lugar, o concurso era uma mera formalização do vínculo de alguém que já estava a exercer as funções, mas não ganhava como tal. Até ai o concurso até me parece legítimo porque as pessoas merecem ter os seus lugares de trabalho e se são boas a fazê-lo, mais ainda. Só é pena é abrirem concursos e não poderem ser céleres informando os candidatos à partida que o lugar já se encontra ocupado.
Sendo assim, vivendo eu em Chaves, tive de fazer 3 deslocações à cidade de Bragança para prestar provas. Pelo menos obtive aprovação em todas as etapas, mas fique em 5 lugar, logo apesar de ter arcado com todas as despesas das deslocações, não fiquei com a colocação.
Posso-me felicitar porque pelo menos entrei neste concurso, porque já fui excluída de vários devido à declaração da entidade patronal. Um motivo que me parece pouco plausível visto ser da responsabilidade de terceiros e não redigido por mim. E também fiquei contente por ter constado na lista final de colocados, mas era apenas 1 lugar.
Enfim, conclui o mestrado em 2009, estamos agora no início de 2015 e sinceramente já não consigo acreditar que possa voltar a trabalhar em bibliotecas e exercer o curso pelo qual me esforcei e paguei e que o Estado Português também pagou utilizando o dinheiro dos contribuintes.
O sistema de ensino português está muito mal pensado e sinal disso é o elevado número de pessoas formadas e que não conseguem colocação. Não sou caso único, há muitas pessoas na mesma situação que eu.
Perante esta dura realidade, cansei-me de concorrer, no fim são mais cerca de 300 euros líquidos por mês. Já me desgastei muito, li muito, queimei as pestanas na Licenciatura, no Mestrado, para tantos concursos que perdia a conta, para no fim continuar no mesmo lugar. Perdi horas preciosas da minha vida que podia ter perfeitamente dedicado as coisas bem mais úteis.
Mas o sistema está montado da forma que todos sabem e eu não consigo uma oportunidade para obter uma colocação condigna com a minha formação, os meus conhecimentos e habilitações, apesar de a lei prever que um funcionário deve ser colocado num local o mais adequado possível às suas funções, na realidade isso não se verifica.
Sou formada numa área ligada às letras e à cultura, mas exerço funções de contabilidade, tem tudo a ver, não tem?
A partir de agora só tenciono fazer esforços no sentido de um emprego no estrangeiro, emigrar poderá ser a minha última investida.
Mas para já apenas vos aconselho, se não estiverem firmes num emprego numa biblioteca e com possibilidade imediatas de ascensão, não escolham esta área profissional pois as saídas profissionais são muito limitadas.
Este é apenas um conselho de quem se apercebeu que o mercado de trabalho não está preparado para receber bibliotecários com formação, empregando muitas vezes para o lugar pessoas sem os requisitos necessários. Esta última afirmação não pretende ser nenhuma crítica às pessoas que trabalham, mas a quem as emprega.
(Continua depois da versão inglesa)

 
Hello, it's been a while that I did not update this blog, I've been more focused on other projects and also been preparing myself for professional competitions in the field of Information Science.
Again I tried my luck, this time I applied for a place as superior technique in Bragança Municipal Library, but as always they already had the person to the place, the contest was merely a formalization of the relationship of someone who was already exercising functions, but did not earn as such. Until then the contest seem legitimate to me because people deserve to have their places of work and if they are good in do it even more. Too bad is they open the contests and can’t be speedy informing candidates at the outset that the place is already busy.
So, while I am in Chaves, I had to make 3 trips to the city of Bragança to provide evidence. At least I got approval at every stage, but I stay in 5 place, so despite having borne all expenses of travel, I did not get placement.
I congratulate me because at least I entered this competition because I was excluded from many due to the employer's statement. One reason that seems implausible to me because that statement is made by a third party and is not written by me. And I was also pleased to have been included in the final list of placed, but it was only one place.
Anyway, I conclude the Masters in 2009, we are now at the beginning of 2015 and sincerely already I can’t believe I can get back to work in libraries and exercise the course in which I struggled and paid and that the Portuguese State also paid using taxpayers' money.
The Portuguese education system is poorly thought out and sign of this is the large number of people trained and can’t get a job place. I'm not a single case, there are many people in the same situation as me.
Faced with this harsh reality, I’m tired of competing in the end are more around 300 euros per month. I have wore me a lot, read a lot, I burned the midnight oil in the Degree in Master, for so many contests that I lost the account for the order to continue in the same place. I lost precious hours of my life that could have perfectly been dedicated to things much more useful.
But the system is mounted in the way that everyone knows and I can’t have an opportunity to get a decent place with my training, my knowledge and skills, although the law provides that an employee should be placed in the most appropriate place to be its functions, in reality this is not the case.
I have a degree in an area related to letters and culture, but I performing accounting functions, is all about, right?
From now on I only intend to make efforts to a job abroad, emigrate may be my last attack.
But for now I only advise you if you are not in a firm in a job in a library and with immediate possibility of rise, do not choose this professional field because the job opportunities are very limited.
This is just one council of who realized that the job market is not prepared to receive librarians with training, employing often replace people without the necessary requirements. This last statement is not intended as any criticism of the people who work, but who employed them.

De qualquer forma vou tentar sempre que possível manter este espaço atualizado. Este espaço é meu e pelo menos aqui eu sou uma bibliotecária. Sendo assim regresso já na próxima segunda-feira e as rúbricas do blogue durante o ano 2015 serão as seguintes:
2ª Feira / Monday – Informática e Literacia Digital / Computers and Digital Literacy
3ª feira / Tuesday Bibliotequices / Library Gossip
4ª feira / Wednesday – Poesia na Butaca / Poetry in Armchair
5ª feira / Thursday – Eventos Culturais / Cultural Events
6ª feira / Friday – As aventuras da Nonô – Escrita Criativa / The Adventures of Nôno - Creative Writing

Estes e outros temas poderão ser encontrados neste espaço público. Sempre que for possível o blogue é atualizado.

These and other topics may be found in this public space . Wherever possible the blog is updated.

Por hoje é tudo, até breve
It's all for today, see you soon



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...