Um Blogue sobre livros, poesia, filmes, tecnologias informáticas e cultura.

A Blog about books, poetry, films, computer technology and culture.

Translate

Pesquisar / Search

Seguir por E-mail / Follow by Email

domingo, 9 de agosto de 2009

As bibliotecas de praia

A cada ano que passa as praias contempladas com uma biblioteca de praia são, cada vez mais, em maior número.
De Norte a Sul do país todos os interessados podem se inscrever como leitores e requesitar livros para ler comodamente num local á sua escolha: numa esplanada, estendidos na toalha e até em suas casas. A única condição é devolverem no final e em bom estado como é óbvio.
É caso para dizer “quando Maomé não vai à montanha, vai a montanha a Maomé”.
Estas iniciativas duram enquanto durar a época balnear. São diligências louváveis e que fazem chegar as bibliotecas junto da comunidade.
Visando a promoção da leitura, este género de bibliotecas encontra-se, geralmente, em carrinhas com um espólio de poucos milhares de livros, tentando servir um leque abrangente de utilizadores que vão desde as crianças até aos adultos.
Fazendo lembrar as carrinhas itinerantes que em tempos eram os únicos locais onde se podia alugar livros, as bibliotecas de praia são uma forma de adaptação á vida das pessoas na actualidade. Sabendo-se de antemão que nesta altura do ano as praias são os locais para onde se descolam a maioria das pessoas foi necessário criar este género de serviços.
Inicialmente apenas um número reduzido de praias era contemplado com esta oferta cultural. Apesar de não ter dados sobre o número destas bibliotecas em Portugal, posso afiançar que existem muitas de Norte a Sul do país.
Assim, se gostas de ler um livro, não te esqueças de procurar uma destas bibliotecas da próxima vez que fores até à praia.
Até breve,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...